Atendimento

0

Fabricação própria

de equipamentos

Envios

para todo o Brasil

Segurança

loja oficial

Pague com cartão

em até 12x sem juros

Pague com PIX

e ganhe 5% de desconto

01/12/2023

Detalhes importantes e técnicas no churrasco na parrilla

A arte de preparar uma boa carne na grelha é uma tradição que varia muito de um país para outro, e entender essas diferenças é fundamental para apreciar as nuances que fazem cada técnica única. Quando falamos de parrilla, estamos nos referindo a um método de assar carne que se originou na região do Rio de La Plata, entre Argentina e Uruguai. Este estilo difere significativamente do churrasco brasileiro em diversos aspectos.

Um dos principais elementos distintivos da parrilla é a ausência de espetos. Ao invés disso, utiliza-se uma grelha, permitindo que as carnes e legumes sejam cozidos sem contato direto com as chamas. Isso é crucial para o sabor e a textura final dos alimentos. A estrutura da churrasqueira de parrilla também é única, com a fonte de calor posicionada ao lado, e não abaixo da grelha. Esta configuração garante que o calor das brasas cozinhe a carne uniformemente, sem o contato direto das chamas.

Outro aspecto importante é o uso da fumaça e das brasas para cozinhar. À medida que o carvão é consumido, as brasas são colocadas sob a grelha, proporcionando um sabor único e evitando que a carne absorva o gosto das labaredas. Muitos argumentam que a carne preparada na parrilla é mais suculenta do que aquela feita em churrasqueiras tradicionais.

Um componente crucial na preparação da parrilla é o sal. O sal de parrilla tem uma granulometria intermediária entre o sal grosso e o sal comum, o que permite um contato mais eficaz com a carne, resultando em uma salga mais uniforme. A diferença de tamanho dos grãos faz com que a carne seja temperada de maneira ideal, sem os riscos de excesso de sal ou ressecamento associados ao uso de sal comum.

O sal de parrilla é particularmente adequado para salgar cortes mais grossos de carne, como a picanha. A granulometria do sal garante que a carne seja salgada de forma uniforme, mantendo sua suculência. É também uma excelente escolha para temperar legumes, proporcionando um sabor delicado sem sobrecarregar o alimento.

Quando falamos sobre fazer um churrasco impressionante, a técnica é tão importante quanto a qualidade da carne. O uso do sal deve ser considerado com cuidado. Evitar o sal fino é crucial, pois ele pode levar a uma carne excessivamente salgada e seca. O sal de parrilla deve ser sempre seco, pois a umidade pode resultar em uma absorção desigual do sal pela carne.

Existem várias técnicas para salgar a carne, cada uma com seus próprios méritos. Salgar a carne antes de ir para a grelha pode intensificar o sabor, mas também pode resultar em perda de sucos. Salgar no momento de grelhar proporciona um equilíbrio melhor entre sabor e suculência. Selar a carne antes de grelhar e depois salgar com sal de parrilla também é uma técnica válida. Por fim, salgar a carne após retirá-la da grelha é uma ótima maneira de preservar sua suculência e sabor.

A parrilla é uma abordagem refinada e distinta para grelhar carnes, destacando-se pelo seu método de cozimento e pelo uso específico do sal de parrilla. Ao compreender e aplicar essas técnicas, pode-se alcançar um churrasco verdadeiramente excepcional, capaz de satisfazer os paladares mais exigentes.